domingo, 22 de julho de 2012

O TAROT NA EVOLUÇÃO HUMANA

Ao contrário do que a grande maioria das pessoas acredita, o Tarot não é simplesmente um oráculo adivinhatório. Sua origem está ligada a um sistema chamado Árvore da Vida (Cabala): os 22 Arcanos Maiores estão conectados a cada um dos caminhos cabalísticos evolutivos e, os arcanos menores, às esferas de manifestação da Criação (Sephirot). Assim como as principais ciências herméticas (Astrologia, Cabala, Magia), a origem do Tarot se perde no início da História da Humanidade e é controversa. Algumas pesquisas afirmam tratar-se de um livro que, para fugir da depredação, condenação e incêndio na biblioteca de Alexandria (Egito), teve que ser parcelado, daí o formato em 78 lâminas que, se comparados com as leis herméticas, alquímicas, astrológicas, filosóficas e cabalísticas, obtemos a conexão entre as lâminas e formamos um compêndio ou uma enciclopédia que trata de cada passo específico da evolução humana nos níveis espiritual, mental, emocional e material.

É claro que este “parcelamento” do Tarot em lâminas deu origem aos jogos de azar e à prática da adivinhação. O povo nômade mais conhecido através desta arte é originário da cultura indo-européia, os ciganos, que conheceram o Tarot e adotaram o sistema adivinhatório, além de modificar consideravelmente suas lâmidas dando origem aos baralhos e à cartomancia. Entretanto, se percebermos a conexão da tríade Cabala – Astrologia – Tarot, concluímos tratar-se de parte de todo um sistema esotérico. Seu uso e significado estão relacionados aos arquétipos da personalidade humana, as formas de abertura do jogo obedecem a uma sincronicidade junguiana que auxilia no auto-conhecimento e orientam o consulente quanto a aspectos ocultos no inconsciente pessoal ou coletivo, além de auxiliarem na tomada de decisões. O “Tarot” usado para adivinhação depende muito mais do poder mediúnico do tarólogo do que do aprofundamento analítico das lâminas. As cartas são utilizadas apenas como um canal de projeção de suas visualizações. Entretanto, nem todos têm lucidez e discernimento para traduzir as mensagens vindas do Plano Astral e, a dependência pela adivinhação ou cartomancia pode se tornar danosa ou, na melhor das hipóteses, inócua.

O tarólogo é aquele que, além de dominar o conhecimento hermético do Tarot, o utiliza a fim de promover seu auto-conhecimento e evolução, além de auxiliar outras pessoas a fazerem o mesmo expondo e traduzindo as ocorrências camufladas e distorcidas nas profundezas do nosso turbilhão psíquico, ao mesmo tempo que propõe soluções ou orientações para o momento. Aqueles que abraçarem a Tarologia como área de estudos e trabalho devem ter amplo conhecimento das ciências herméticas, além da Psicologia Profunda de Carl Gustav Jung.

Por sua atualidade, profundidade e beleza artística o Tarot de Thoth ou de Crowley, concebido pelo mago inglês Aleister Crowley, desenhado pela artista plástica Frida Harris e lançado em 1944 sob o título “Livro de Thoth” é o conjunto de cartas mais contemporâneo e revolucionário que já foi criado. A arte de suas lâminas é magnífica e revela detalhes astrológicos, cabalísticos, filosóficos e mitológicos em cada um dos 78 arcanos. O caráter revolucionário está na sua diferença de abordagem das situações reveladas pelos arcanos correspondentes aos Tarot mais tradicionais, Marselha e Rider-Waite. O exemplo mais clássico desta diferença está no arcano 20: o “Julgamento” que, na maioria dos Tarot, demonstra a cena bíblica do Juízo Final, onde existe um parâmetro dogmático para a absolvição e ascenção ao Paraíso ou condenação e danação no Inferno. No Tarot de Crowley o mesmo arcano recebe o nome de “Aeon” (derivada do grego aion, que significa era, período de existência) e demonstra o deus egípcio Hórus representando o nascimento da Nova Era como criança e na sua forma com cabeça de falcão. O Novo Aeon, também conhecido como Era de Aquário, prevê transformações a nível humanitário e tecnológico. Não prevê fronteiras, guerras e perda da liberdade. Muito diferente da Era de Peixes que durante mais de 2000 anos impôs a culpa e o sofrimento para absolvição dos pecados.

_______________________________________________________________________

Curso de Tarot Comparado (Marselha/ Rider-Waite e Crowley) com Ênfase no Tarot De Crowley

Teoria & Prática

Orientadora: Mônica Schwarzwald

Local: Rosa Mística

SCLN 405, BLOCO “C”, LJ. 1/69 – Asa Norte

Fones: (61) 3326-1013/ 3964-2529

Início a partir de 4/8/2012 às 9:00.

Duração do curso: 12 aulas correspondentes a 6 meses, aproximadamente.

Maiores informações nos sites:



OBS: Aqueles que já inscreveram-se por e-mail ou na loja Rosa Mística estão com suas vagas reservadas. Restam poucas, não deixe para a última hora.

Nenhum comentário:

Pesquisar neste blog