sábado, 1 de março de 2014

LUA NOVA EM PEIXES E A SINCRONICIDADE

Aproveitando um dos raros sábados em que não trabalho por causa do feriado de Carnaval, fui pela manhã à manicure. Só que não recebi sua mensagem dizendo que iria atrasar e era para eu chegar meia hora mais tarde. Eu havia esquecido de ligar o celular hoje de manhã. Chegando lá, ela ainda estava com uma cliente muito simpática e começamos a conversar para passar o tempo. Descobri que ela é pisciana e estudante de Psicologia Junguiana, então o papo foi direcionado para nossas áreas afins: tipos de personalidade, livros junguianos em especial “O Aion”, “Psicologia e Alquimia”, arquétipos, Astrologia, Mitologia, enfim uma conversa muito atípica para salões de beleza.
 

Quando comecei a falar sobre o signo dela (Peixes) e a similaridade entre o elemento Água de seu signo com a função sentimento de Jung, ela revelou-me que tinha pavor de água, até fez uma regressão onde foi constatado que ela morreu afogada em alguma de suas vidas passadas. Também fez outra revelação muito importante: quando estava regando suas plantas, esqueceu de um toco de madeira no caminho e acabou por levar um tombo. Um tombo leva segundos, mas ela disse que durante este processo lembrou de coisas do passado como seu primeiro namorado, além estar apavorada em bater a cabeça em uma árvore que estava logo atrás dela e fazer sua passagem para o mundo transcendente sem aviso prévio. Ela teve uma experiência que se assemelha ao EQM onde teve contato direto com o inconsciente coletivo e percebeu nitidamente que o tempo faz parte apenas da nossa dimensão material. Fomos mais a fundo na conversa e comecei a falar sobre Ativismo Quântico, Einstein, Amit Goswami e seu curso/treinamento/vivência fantásticos que tive a felicidade de fazer e recomendei a ela. Foi neste momento que compreendi porque não liguei meu celular e não recebi a mensagem.

Estamos expostos a fatos como este diante da expansão constante de ondas de possibilidade na nossa vida durante nossa manifestação no plano físico. A Lua Nova em Peixes  que teve seu ápice hoje às 5:01 (BSB) recebeu aspectos de Netuno, seu dispositor, Júpiter em Câncer e Plutão em Capricórnio. É uma verdadeira convocação à nossa percepção (awareness). Se estamos conectados com o nosso self quântico, lemos sinais, entendemos atrasos e acontecimentos, pois tudo tem uma função e um propósito.
 
Mônica C. Schwarzwald
www.templodeminerva.com 

Nenhum comentário:

Pesquisar neste blog