quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

LUA CRESCENTE EM TOURO, SOL EM AQUÁRIO: A SAÍDA É O TAOÍSMO

No momento deste quarto-crescente, o que realmente chama à atenção é Netuno conjunto a Mercúrio em Peixes: mesmo que a Astrologia tradicional julgue esta posição de Mercúrio como mau estado cósmico, já que trata-se do planeta racional ligado a Gêmeos e Virgem, precisamos levar este julgamento a uma análise mais profunda. O signo de Peixes contém os arquétipos do inconsciente coletivo e do Cristianismo. Carl G. Jung, em seu livro “Aion – Estudos sobre o Simbolismo do Si-Mesmo” discorre brilhantemente e muito melhor do que muitos astrólogos sobre o signo de Peixes e respectivos arquétipos. Ele cita que “Peixes é um signo de dubiedades”, referindo-se ao provável nascimento de Cristo durante uma grande conjunção entre Saturno e Júpiter neste signo. Estas dubiedades iriam marcar a Era de Peixes que jogou a Humanidade em contrapostos como, por exemplo, ciência e religião. Hoje, o mundo se perde em dúvidas e incertezas que corroem nosso corpo emocional, enquanto o mental se entrega ao stress e ao turbilhão dos pensamentos incessantes. A saída é o taoísmo, que nos faz perceber que os extremos se tocam. Portanto, classificações planetárias da antiga Astrologia devem ser revisadas, estimulando nossa percepção, não nosso julgamento separativo.

 
E esta é também a saída para este quarto-crescente entre dois signos fixos (Lua em Touro e Sol em Aquário) que se dará hoje (6/2) às 17:22 (horário de verão). A falta de flexibilidade nesta fase de crescimento, construção e produção irá gerar destrutividade ou descontrole. Plutão em Capricórnio opõe-se a Júpiter em Câncer ainda e, seu aspecto é quase exato. Perder o controle por uma questão de radicalismo (Aquário) ou irredutibilidade (Touro) é o caminho do caos. Entre ambos está Vênus conjunto a Plutão em Capricórnio, dispositora da Lua em Touro. Nossos gostos, vontades, relacionamentos estão sendo testados e levados para um nível superior e desapegado. O taoísmo representado por esta belíssima conjunção entre Netuno e Mercúrio em Peixes nos convida à introspecção e reconhecimento da unidade. Boa hora para parar de pensar e começar a sentir.

Nenhum comentário: