quinta-feira, 26 de junho de 2014

LIBERTAÇÃO DE CONFLITOS E INTROSPECÇÃO NA LUA NOVA EM CÂNCER

Desde a última Lua Cheia que coincidiu com o Dia dos Namorados, o aspecto entre Plutão em Capricórnio e Marte em Libra começou a enfraquecer pelo distanciamento entre os dois, mas outro aspecto começou a tornar-se mais forte e, por ocasião da Lua Nova em Câncer (27/6 às 5:10) irá chegar ao seu auge: Urano em Áries oposto ao mesmo Marte em Libra. Na sua longa e demorada passagem pelo signo oposto a seu signo de regência (Áries), desde dezembro de 2013 Marte tem enfrentado aspectos destes dois astros transaturninos. O objetivo divino do Macrocosmo através desta sincronicidade é tentar alertar o ser humano sobre a maneira como lidar com conflitos internos e externos.
 
Plutão em quadratura com Marte na última Lua Cheia deu a chance de transformar as dualidades e conflitos rendendo-se ao Amor sem apegos e sem controle. O aspecto com Urano a partir desta Lua Nova é libertador e rompe com o patamar vibratório de conflitos e possíveis impulsos destrutivos de Marte. Creio que esta seja o grande aprendizado do semestre de trânsito de Marte em Libra, ou seja, aprender a conviver com o outro entendendo que não existe “outro”, mas um reflexo de si mesmo ou a interação constante e com significado que consiste exatamente no desdobramento do nosso karma.
 

Marte se despede de Libra no final de Julho deste ano. A Lua Nova em Câncer e o aspecto de Netuno em Peixes com este encontro entre o Sol e a Lua simbolizam o momento de introspecção e reflexão sobre a eternidade e a fragilidade do Amor para um novo começo diante dos novos paradigmas de relacionamento, comprometimento e afetividade. A reflexão pode começar com a leitura deste belo escrito de Osho:

“O Amor funciona como um espelho. É muito difícil conhecer a si mesmo a menos que você tenha visto sua face nos olhos de alguém que te ama. (...) O Amor te dá vislumbres de meditação, reflexos da lua no lago – embora sejam reflexos, e não a verdade. Por isso o amor nunca pode te satisfazer, Na verdade, o Amor te tornará mais e mais insatisfeito, descontente. O Amor te fará mais e mais consciente do que é possível, mas não te entregará os bens. Ele te frustrará; e apenas em profunda frustração surge a possibilidade de retornar para seu próprio ser.” The Secret of the Secrets – Osho.

Nenhum comentário: