terça-feira, 27 de maio de 2014

LUA NOVA EM GÊMEOS E O PODER DA CONCENTRAÇÃO

Amanhã às 15:41 (horário de Brasília) estaremos sob a fase nova da Lua em Gêmeos conjunta ao Sol no mesmo signo e grau. Gêmeos é o signo da comunicação, da expressão e das relações que estabelecemos a partir da troca de ideias e informações. Trata-se de um signo do elemento Ar e de modalidade Mutável, o que lhe confere muita inquietação, movimentação e curiosidade. Seu arquétipo e padrão energético explicam porque a mente parece um “bando de macaquinhos pulando dentro da cabeça” e, para a maioria das pessoas isto se traduz em dificuldade em concentrar-se num determinado assunto, perda de memória, irritabilidade (stress) e insônia. Hermes de Trimegistro já expôs em sua Tábua de Esmeralda: “O Todo é Mente”, então não há como fugir, nossa mente influencia nossas atitudes, julgamentos e condicionamentos sempre e, o que é muito importante, está conectada à mente coletiva formando várias egrégoras construtivas e destrutivas.

Esta fase vem acompanhada de um aspecto importante: a quadratura exata de Netuno domiciliado em seu signo, Peixes. Peixes é um signo do elemento Água, também Mutável como Gêmeos. Não está ligado à mente, mas às emoções e a sensibilidade do nosso corpo vital que tem contato direto com o inconsciente coletivo. A importância do silêncio para a concentração e para a real percepção do pensamento e da realidade que você quer colapsar é imensa. Raciocine, deduza e decida, mas antes volte-se para seu interior, escute suas emoções e leia seus insights criativos.
 
Equilibre seu chakra laríngeo e o frontal: coloque um cristal em cada (lápis-lazúli, turqueza, cristal de quartzo) e, deitada(o) visualize uma corrente de energia que atravessa ambos como um arco: a energia sai do meio da testa (frontal), se dirige para a base da garganta (laríngeo); sai da nuca e entra na parte de trás da cabeça e assim por diante. Este é um exemplo de meditação simples mas eficaz nesta fase para não ser vítima das turbulências e confusões mentais.

Nenhum comentário: